Let’s Start a Fire

“Na mudança do liceu para a universidade, Raquel Lains deixou Leiria para ir estudar Comunicação Cultural em Lisboa, e acabou a promover bandas como modo de vida. Se tiverem um grupo, ou a solo, e quiserem que a vossa música chegue aos ouvidos do mundo, é com a Raquel Lains que devem ir ter. No currículo, conta com bandas como Mão Morta, Pop Dell’Arte, noiserv, peixe:avião, Manuel Fúria, Minta & The Brook, entre outros…” in Preguiça Magazine

 

“Estava numa aula, era de Física e Química já lá vão uns anos… Liguei para a Raquel à procura de uma oportunidade de entrevistar bandas para um projeto novo que tinha em mente… Um blog de música na verdade. Este! Era uma voz doce e gentil que disse para falarmos por e-mail. Entre um e outro mail tornámo-nos amigos por correspondência. Porquê o interesse? Estamos a falar da fundadora da Let’s Start a Fire, uma das maiores agências de bandas do país…” in Montijo Sound

 

“Existem pessoas que tornam o meio em que trabalham em algo especial. Pessoas que, quando se fala no seu nome, provocam um sentimento de grande carinho e gratidão. É este o meu sentimento em relação a Raquel Lains…” in Bran Morrighan

 

“Estivemos no local de trabalho de Raquel Lains para falarmos sobre a Let’s Start a Fire e conhecer um pouco da sua história. Vimos as infinitas estantes com CDs de música, a parede de discos Vinil e a cadeira vermelha em frente ao computador onde trabalha todos os dias.” in Magnética Magazine

unnamed

Anúncios